Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Além do Ponto Final

Além do Ponto Final

31.07.21

Berta Isla, de Javier Marías

Li este livro porque fui ameaçada pelo meu pai que era deserdada se não lesse Javier Marias num futuro próximo (força de expressão, claro). Pedi-lhe que, sendo assim, me desse o que era, na opinião dele, o melhor do autor e foi este que me foi parar às mãos. Devo dizer que foi, sem dúvida, uma leitura interessante e, apesar de não ter adorado, foi um livro que gostei e que recomendaria, apesar de reconhecer que não é para todos os gostos. Berta Isla vem-nos contar a história (...)
23.06.21

Antes que o Café Arrefeça, de Toshikazu Kawaguchi

 Este livro é capaz de ser dos mais falados ultimamente na comunidade livrólica das redes sociais. Já me tinha cruzado com ele várias vezes e achei que maio, mês onde se celebra a herança asiático-americana e das ilhas do Pacífico, seria uma boa oportunidade para o ler, já que Toshikazu é japonês. Foi uma agradável surpresa, porque, apesar da sua aparente leveza, acaba por nos fazer refletir sobre temas bastante interessantes. A premissa do livro é muito simples, há um (...)
11.06.21

Exit West, de Mohsin Hamid

Já tinha visto este livro por aí algures e, quando acabei a minha última leitura, uma pessoa em quem confio recomendou-mo e achei que era o incentivo que precisava para pegar nele. Entretanto descobri que está traduzido para português, com o nome Passagem para o Ocidente, por isso pessoas que não leiam em inglês também o podem ler. Apesar de não ter sido um livro que me tenha arrebatado, acho que é uma leitura importantíssima hoje em dia, porque traz uma reflexão muito (...)
18.04.21

Se Esta Rua Falasse, de James Baldwin

Finalmente me estreei com James Baldwin, um escritor que queria ler há muito tempo! Sinto que não tive uma experiência tão boa como a que esperava por duas razões, primeiro porque já tinha visto o filme e, embora isso normalmente não me incomode, neste caso acho que influenciou um pouco o tipo de leitura que fiz. Além disso, li o livro em português e também sinto que a escrita do autor é daquelas que se perde muito em traduções. De qualquer das maneiras, foi uma boa leitura! Em (...)
13.04.21

The Song of Achilles, de Madeline Miller

Há muito tempo que me queria aventurar em livros com mitologia e, embora fosse um pouco “de pé atrás”, devo dizer que este se tornou num novo favorito do ano e, possivelmente, num dos favoritos da vida. Há uns anos tentei ler American Gods, de Neil Gaiman e devo dizer que não foi para mim, mas The Song of Achilles fez-me ressuscitar o gosto por livros com mitologia grega. Neste livro, vamos conhecer uma nova perspetiva, ou interpretação (não sei bem como lhe chamar) da (...)
08.04.21

No Limiar da Eternidade, de Ken Follett

E eis que, ao fim de quase 3 000 páginas, chego ao fim da trilogia O Século, de Ken Follett. Posso dizer que foi uma trilogia que me enriqueceu imenso e que, ao fim de todas estas páginas, sou capaz de ter aprendido mais do que ao longo dos 3 anos de História que tive na escola. No Limiar da Eternidade é o último volume desta trilogia e posso dizer que não havia melhor maneira de a ter terminado do que com este livro, que nos traz uma visão completa sobre os últimos anos do século XX. Disc (...)
25.03.21

O Inverno do Mundo, de Ken Follett

Decidi ler O Inverno do Mundo, o segundo volume da trilogia O Século, logo a seguir a acabar A Queda dos Gigantes (sobre o qual já escrevi e deixo o link aqui), já que todos estes livros têm imensas personagens e tinha medo de me esquecer delas. Já não ia tão assustada com o tamanho do livro, porque o primeiro volume da trilogia me tinha ensinado que Ken (...)
15.03.21

Maus, de Art Spiegelman

Há muito tempo que queria ler uma Novela Gráfica e não podia estar mais contente com a minha escolha! Já tinha comprado Maus há uns meses e admito que comprei um pouco por impulso, depois de ver alguém a falar bem dele no Instagram. Também admito que subestimava o valor de novelas gráficas, por nunca ter lido nenhuma, mas depois deste livro, não só nunca mais o vou fazer, como vou procurar ativamente novos títulos deste género para ler. Maus vai-nos dar a conhecer a história (...)
11.03.21

The Midnight Library, de Matt Haig

Gosto de acreditar que os livros nos escolhem de alguma forma. Há momentos da vida para ler cada livro e acho que é mesmo importante que percebamos que não gostarmos de um livro num determinado momento não quer, necessariamente, dizer que não vamos gostar dele no futuro. Mas não é desses casos que vou falar aqui hoje, porque tenho a certeza de que o Universo arranjou maneira de me trazer The Midnight Library na altura certa. Na minha saga de ler os livros vencedores do Goodreads (...)