Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Além do Ponto Final

Além do Ponto Final

Sex | 14.08.20

Normal People, de Sally Rooney

Depois de alguns meses a ouvir falar imenso deste livro e de ver a opinião da Rita da Nova no blog dela, decidi dar uma oportunidade a Normal People. Já o li há um mês ou dois, mas como a série chegou, finalmente, a Portugal (na plataforma de streaming HBO), achei que era uma boa altura para publicar algo sobre o livro.

Normal People.JPG

O livro traz-nos a história de Marianne e Connell, que desenvolvem entre eles uma relação de amizade e amor. Connell, apesar de viver com limitações financeiras, é popular e bem visto na escola. Já Marianne, vive de forma abastada, mas é ignorada no secundário e até tem colegas que dizem que tem problemas mentais. A mãe de Connell é empregada na casa de Marianne e os dois acabam por passar muito tempo juntos, até se apaixonarem e manterem uma relação em segredo até ao final do secundário.

Marianne had the sense that her real life was happening somewhere very far away, happening without her, and she didn't know if she would ever find out where it was or become part of it.

Quando os dois entram em Trinity College, em Dublin, os papéis invertem-se: Marianne passa a ser a rapariga popular e Connell tem dificuldades em estabelecer amizades. É na faculdade que a história de amor dos dois começa a ver adversidades e o livro mostra-nos o crescimento de ambas as personagens, enquanto percebem que nunca conseguem passar muito tempo um sem o outro. Traz-nos uma relação incrivelmente realista e cheia de altos e baixos entre duas pessoas que se amam, mas que não têm a comunicação como seu forte.

Generally I find men are a lot more concerned with limiting the freedoms of women than exercising personal freedom for themselves.

Desengane-se quem acha que é um livro apenas sobre duas pessoas apaixonadas, porque não é. É um livro que retrata muito bem a complexidade das relações humanas, as dúvidas por que todos passamos na adolescência e início da vida adulta, quando tentamos perceber quem somos e com quem nos identificamos. É uma história que aborda alguns temas importantes atualmente, já que Marianne tem muito baixa autoestima e Connell tem uma necessidade incrível de aceitação e alguns problemas de ansiedade. É uma obra literária que nos dá uma visão realista sobre estes assuntos e Sally Rooney, a autora, é capaz de criar uma verdadeira empatia pelas personagens. Passamos ainda, levemente, por temas como sadomasoquismo, violência doméstica e questões de classes sociais.

Apesar de, à primeira vista, Normal People parecer um livro mais teen e sem grande trama, acaba por se revelar uma história complexa entre dois seres humanos peculiares, mas com problemas de pessoas normais, que tentam perceber a sua identidade perto um do outro. Ao longo da história vamos percebendo que há uma clara evolução no perfil das personagens e ficamos completamente ligados a elas. É uma leitura que aborda temas importantes, mas de uma forma leve e fluída. O romance é escrito por uma autora assumidamente marxista e isso acaba por ser visível na forma como é retratada a sociedade: uma sociedade de classes, onde as personagens agem e são condicionadas pela sua condição socioeconómica, realçando o impacto destas diferenças no seu quotidiano. Apercebi-me mais tarde desta dimensão mais política da história e acabei por ficar com vontade de reler o livro e ter a oportunidade de refletir com maior profundidade sobre a história nesta perspetiva.

It was culture as class performance, literature fetishised for its ability to take educated people on false emotional journeys, so that they might afterwards feel superior to the uneducated people whose emotional journeys they liked to read about

Acho que tinha as expectativas muito altas e acabei por não me apaixonar completamente pelo livro, mas não deixa de ser uma história que vale muito a pena ler e que aconselho a 100%. Agora estou super curiosa com a série, que até já ouvi dizer que é melhor que o livro. Quem já leu o livro e viu a série, o que tem a dizer?

Nota: para os mais curiosos sobre a parte mais política deste livro, deixo aqui o link de um artigo que fala sobre a política socialista no livro e outro com uma pequena entrevista à Sally Rooney

Artigo: https://tribunemag.co.uk/2020/05/the-socialist-politics-of-sally-rooneys-normal-people

Entrevista: https://vimeo.com/319463872

                             

Avaliação: 8/10

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.