Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Além do Ponto Final

Além do Ponto Final

Dom | 27.12.20

Os meus 5 (+1) livros favoritos de 2020

Com o final do ano, chega o momento de fazer um balanço de todos os aspetos da nossa vida que achemos que merecem esse balanço. Como 2020 foi um ano dos diabos, acho que, este ano, há poucas coisas que o merecem 😂 mas os livros são, sem dúvida, uma delas. Tenho 2 posts preparados nesse âmbito, este – onde vos falo dos meus 5 (+1) livros favoritos de 2020 – e outro, onde vou falar de alguns números e estatísticas do meu ano em leituras.

Então, falando agora dos meus livros favoritos de 2020, devo dizer que isto foi uma escolha difícil. Tive de deixar alguns livros de fora, que ficaram ali na linha entre serem os favoritos ou não. Não é que haja uma grande diferença entre uns e outros, mas houve alguns que se destacaram, quer seja pela mensagem que passaram, quer seja pela altura em que os li ou pelo impacto que tiveram em mim. Vamos lá!

  1. Call Me By Your Name, de André Aciman

Não sei explicar o impacto que este livro teve em mim. Sei que quando o li estive 3 dias seguidos a chorar e completamente absorvida pela história. Não quer dizer que o livro tenha este efeito em toda a gente que o ler, mas a verdade é que, talvez por o ter lido na quarentena e também estar mais “debilitada” emocionalmente, fiquei completamente rendida à história. Call Me By Your Name conta-nos a história de um amor puro, intenso e curto entre Elio e Oliver. Na minha opinião, o melhor livro de 2020 e talvez da minha vida (até agora)!

Call me by your name.png

Opinião aqui: Call Me By Your Name, de André Aciman

  1. A Man Called Ove, de Fredik Backman

Este é um livro tão querido, que foi impossível não me render à história deste velhote chamado Ove. É um livro tão simples, engraçado e bonito que, quando damos por nós, já nos entrou pelo coração dentro e já estamos totalmente convertidos.

A Man Called Ove conta a história de Ove, um velhote rezingão que tem um propósito muito bem definido na vida. É nas tentativas falhadas de cumprir este objetivo que temos os momentos mais engraçados do livro e é na amizade que desenvolve com os vizinhos que temos os momentos mais bonitos. Um livro comovente, sobre o poder da amizade e o poder que podemos ter na vida dos outros

WhatsApp Image 2020-12-27 at 10.44.43.jpeg

Opinião aqui: A Man Called Ove, de Fredik Backman

  1. Homegoing, de Yaa Gyasi

Li este livro por recomendação de uma grande amiga minha e adorei. Homegoing é um livro sobre o percurso de 9 gerações de uma família do Gana, ao longo de mais de 250 anos. Um livro sobre escravatura, sobre a cultura afro-americana e uma abertura de olhos para o racismo estrutural que se faz sentir na nossa sociedade. Além disso, está escrito de uma forma muito própria, um capítulo por personagem, e com um final lindíssimo, pelo sentido que dá ao livro. Aconselho muito!

Homegoing.JPG

Opinião aqui: Homegoing, de Yaa Gyasi

  1. Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago

Quando a pandemia começou, achei por bem ler um livro relacionado com o tema e o escolhido foi este. Já tinha lido Saramago e tinha gostado, mas o facto de ser O Memorial do Convento, numa leitura obrigatória para a escola não me permitiu apreciar por completo. No entanto, este livro revolou-se uma leitura absolutamente incrível!

Fala-nos de uma sociedade atingida por uma pandemia que cega as pessoas e sobre como uma cegueira generalizada pode afetar todo o conceito de Estado que conhecemos, ou toda a noção de organização da população. Sobre como é tão simples cairmos no caos. Leiam, é incrível!

  1. A Queda dos Gigantes, de Ken Follet

Uma agradável surpresa de 2020! Queria ler Ken Follett há anos, mas andava sempre a adiar porque achavam que eram livros aborrecidos. Estava tão enganada! Demorei uma semana a ler este livro com cerca de 1000 páginas, porque nos prende tanto que é impossível parar de ler. Sim, é um romance histórico e não, não é uma seca 😅

QG horiz.JPG

A Queda dos Gigantes é o primeiro livro da trilogia O Século, que tenta dar a conhecer toda a História do século XX através de cerca de 3000 páginas. Leiam todos porque prometo que vale a pena!

Opinião aqui: A Queda dos Gigantes, de Ken Follett

 5 (+1). Invisible Women: Exposing Data Bias in a World Designed for Men, de Caroline Criado Perez

Achei importante acrescentar este sexto livro à lista porque este é uma leitura de não ficção muito importante atualmente. Foi um livro que teve um impacto enorme em mim, essencialmente porque foi um abrir de olhos para uma realidade que, apesar de parecer parvo, não conhecia. Invisible Women expõe inúmeros estudos sobre a forma como as mulheres são discriminadas todos os dias em diversos setores. Seja na forma como estudos clínicos são feitos, seja na maneira como os telemóveis são desenhados, entre outros. Um livro que toda a gente devia ler!

WhatsApp Image 2020-12-27 at 10.53.11.jpeg

Opinião aqui: Invisible Women, de Caroline Criado Perez

 

And, that’s it! Foram estes os meus 5 (+1) livros favoritos de 2020. Como podem ver, nenhum dos livros é sequer de 2020, mas foram livros que chegaram tarde, mas a tempo, à minha vida. Como foram as vossas leituras de 2020? Qual o vosso livro favorito? Contem-me tudo!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.